Trabalhar fora do Brasil

6 motivos para fazer um mestrado no exterior pensando na carreira

 

Fazer um mestrado no exterior é o sonho de 10 entre 10 graduandos de qualquer universidade brasileira. Neste post, vamos te mostrar as 6 vantagens de se fazer um mestrado fora do Brasil e o impacto positivo que isso pode ter sobre a sua carreira.

Trabalhar fora do Brasil
Trabalhar fora do Brasil

Depois que terminamos a graduação, sempre fica a dúvida de qual será o próximo passo no currículo acadêmico. Se a escolha será tirar um tempo de descanso, participar de alguns cursos de especialização mais simples, um mestrado, ou, às vezes, até mesmo fazer outra faculdade. Dentre todas essas opções, no Brasil, a maioria das pessoas escolhe fazer especializações.

No país, o mestrado ainda é por vezes mal entendido, infelizmente. As pessoas acreditam que o mestrado é um curso para que alunos de graduação possam ser professores, possibilitando apenas que consigam dar aulas em universidades. Mas, o mestrado vai muito além desta possibilidade.

Na realidade, esta pós-graduação traz conceitos mais aprofundados, quando comparada à graduação, e também mostra a prática desses conceitos, ou seja, indica ao mercado de trabalho que você tem uma qualificação de excelência, além também de ser um passo a mais rumo ao doutorado (PhD).

E pra fazer esse título ganhar mais estrelas na hora de conseguir um emprego, nada melhor que fazer o curso fora do Brasil. Vejamos, então, as 6 vantagens de se fazer um mestrado no exterior:

  1. Vivência em outro país

Nada melhor do que um tempo fora do seu país para que você aprenda a lidar com novas situações, novos costumes, novas maneiras de ver e lidar com o que acontece a sua volta.

As empresas enxergam isso com bons olhos, porque procuram por candidatos que possam resolver problemas ou lidar com dificuldades de maneira inovadora. Não querem respostas que possa encontrar dentro de uma caixinha, e o fato de você viver fora do país em que cresceu, ser inserido em uma cultura totalmente diferente da sua e ser ter que reaprender a maioria das coisas do zero, é muito bem visto no mercado de trabalho.

  1. Fluência na língua

Independente do país em que fizer o mestrado ou da língua em que irá fazer a pós-graduação, o fato de você ter que escrever, ler, ouvir e falar todos os dias numa língua diferente da sua te faz ganhar mais “naturalidade” e te põe anos luz na frente de quem apenas fez um curso e tem um diploma naquela língua.

Os recrutadores sabem que, ao viver imergido nesta língua 24h por dia, você possui muita facilidade e vocabulário nesta língua, sem contar na segurança que terá para desenvolver textos ou conversas. Este será um dos seus grandes diferenciais.

  1. Rede de contatos

Ao passar um ou dois anos vivendo em outro país, tendo contato com professores e empresas, você acaba fazendo muitas amizades e cria uma rede de contatos internacional.

Isso é bom tanto para interesse pessoal, pois poderá render um emprego no país em que está fazendo o mestrado, quanto também poderá ser muito bem utilizado a seu favor no Brasil, quando retornar.

  1. Traz segurança ao empregador

Se o recrutador tem de escolher entre um candidato com graduação e um com mestrado, qual dos dois currículos você acha que vai chamar mais atenção?

Essa é outra vantagem do mestrado: mostrar às empresas que o candidato teve mais interesse em se especializar, que se dedicou e correu atrás de um diferencial na sua carreira.

  1. Variedade de cursos

Comparado com outros países, o Brasil possui uma limitação em relação a cursos de especialização. E uma maneira de se diferenciar no mercado também é sair do país e fazer um curso voltado a áreas não disponíveis aqui. ]

A palavra de ordem aqui é se destacar, uma vez que você será um dos poucos profissionais com uma determinada qualificação em meio a todo um Brasil de concorrentes. Uma pós-graduação com essas característica será muito bem vista aos olhos das empresas.

  1. Acesso às melhores faculdades do mundo

Apesar de algumas das faculdades do Brasil constarem entre as 150 melhores do mundo, ao fazer mestrado fora do país você pode ter acesso a instituições ainda mais conceituadas.

Normalmente, essas universidades conseguem melhores posições no ranking por conta de sua infraestrutura, o que também vai impactar na decisão do recrutador, na hora de comparar candidatos que têm mestrado no Brasil com os que fizeram o curso no exterior.

 

Saiba mais :

Como conseguir bolsas de estudos internacionais 

Consultoria para carreira internacional 

 

Related posts