Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, para que o profissional possa garantir destaque diante das ofertas de trabalho, surge a necessidade de que ele se qualifique ainda mais.

E o que tem diferenciado cada vez mais os profissionais são as pós-graduações e especializações.

Ao se tornar mestre ou doutor, por exemplo, todo profissional conquista reconhecimento e prestígio.

Porém, podemos afirmar que, um curso de doutorado é algo essencial não apenas para sua carreira e desenvolvimento profissional, mas também para toda a sociedade.

 

 

Isso porque um profissional que se tornou doutor é um profissional que dedicou anos da sua vida à pesquisa acadêmica o que contribui também para a melhoria do cenário educacional do país.

No entanto, conseguir uma bolsa de estudos de Doutorado nem sempre é uma tarefa fácil.

Pensando nisso, separamos algumas dicas e requisitos essenciais que você precisa saber antes de se candidatar para sua vaga.

Vamos lá?

 

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

 

  • Entenda como funciona um curso de Doutorado
  • Bolsa de estudos de Doutorado: 4 dicas e requisitos essenciais
  • Desenvolva a habilidade de pesquisar e se aprofundar no conhecimento
  • Domine o inglês ou uma outra língua estrangeira
  • Desenvolva o desejo por lecionar
  • Desenvolva o interesse por explorar campos ainda não estudados ou reavaliar teorias já consolidadas
  • Conclusão

Entenda como funciona um curso de Doutorado

O Doutorado oferece um conhecimento muito aprofundado e ainda dá ferramentas para que o aluno desenvolva coisas novas.

Claro, como no Doutorado o pesquisador se encontra mais maduro e apto para conduzir seus projetos com mais independência.

O curso acaba sendo mais voltado para quem quer desenvolver conhecimento científico, inovação e tecnologia.

Claro, o curso também é indicado para aqueles que desejam lecionar em universidades, sendo portanto, um intelectual altamente capacitado e especializado.

No curso de doutorado o profissional deve apresentar conhecimentos inovadores adicionando mais conhecimento ao que será discutido na academia.

O curso dura de 4 a 5 anos e possui uma carga horária bem reduzida nas salas de aula.

Diferente de uma graduação, a maior parte do trabalho é feito em casa e isoladamente.

O que consiste, na grande maioria do tempo, na leitura dos textos, pesquisa e dissertação da tese.

O processo para entrar no Doutorado é feito da seguinte forma:

O aluno deve apresentar já no início, uma tese original que será desenvolvida no doutoramento, além de contar também com um orientador.

O que acaba exigindo uma certa intimidade com a pesquisa acadêmica e maturidade para conduzir os estudos.

Aqui também é importante frisar que, temos alguns profissionais que até acabam entrando para o doutorado sem passar pelo mestrado.

Porém, isso é raro, até porque as próprias instituições não costumam aceitar.

Conheça agora quais são as dicas e requisitos essenciais que você precisa ter e saber antes de concorrer a sua bolsa de estudos:

Bolsa de estudos de Doutorado: 4 dicas e requisitos essenciais

Desenvolva a habilidade de pesquisar e se aprofundar no conhecimento

Como você provavelmente já sabe, uma graduação tem, em média, a duração de 4 a 5 anos.

O doutorado, nesse caso, não tem essa alta carga horária na universidade.

Porém, é demandado um esforço altamente focado, por conta própria, na leitura e na pesquisa.

Por isso, antes de submeter sua inscrição ao programa, procure desenvolver um perfil pesquisador analítico, marcado pela curiosidade aguçada para aprofundar conhecimentos, pela sólida afinidade com o pensamento lógico e pela autonomia na busca por informações qualificadas.

Domine o inglês ou uma outra língua estrangeira

O domínio do inglês é um outro requisito para fazer doutorado.

Pré-requisito básico na candidatura ao mestrado, a fluência é absolutamente imprescindível no Doutorado.

Muitas vezes, uma terceira língua, além do português e do inglês, também é solicitada.

Para que você possa ter uma ideia melhor disso, durante a seleção, há provas específicas para assegurar a proficiência do candidato.

O aluno não deve negligenciar o aprendizado do inglês: se já tem noções da língua, é hora de praticar com afinco e direcionamento; se não tem, um plano consistente de aprendizado pode garantir o sucesso da candidatura no tempo disponível para o estudo antes da aplicação.

Desenvolva o desejo por lecionar

Como já foi falado anteriormente, a pós-graduação stricto sensu é voltada para a formação de professores universitários.

Nesse caso, o doutorado é uma especialização ainda mais para quem tem interesse em ser aprovado nos processos seletivos, para participar do corpo docente de universidades públicas e desenvolver as suas pesquisas.

Por isso, você precisa analisar se tem, ou se precisa despertar o desejo de dar aulas para cursos de ensino superior.

Essa será a principal função do doutor dentro de seu ambiente de trabalho.

Nesse caso, o recomendado é que antes de se inscrever, que você tenha bem consolidada a ideia de lecionar e reflita se essa é a sua vocação

Desenvolva o interesse por explorar campos ainda não estudados ou reavaliar teorias já consolidadas

Por último, mas não menos importante, desenvolva o desejo de aprofundar o seu conhecimento sobre determinado assunto.

 

É importante entender que um dos pontos principais da pesquisa científica é o interesse em explorar campos ainda não estudados ou reavaliar teorias já consolidadas, a fim de encontrar algum ponto refutável e desenvolver a sua tese em volta desse tema.

Porém, para realizar qualquer uma dessas atividades você precisa ter um conhecimento sólido sobre o assunto em questão.

Por isso, se o seu objetivo é realmente fazer doutorado, você precisa ter consigo o objetivo de se aprofundar cada vez mais os seus conhecimentos em um tema de seu interesse.

Tal requisito é também essencial para que você não perca o foco durante a pós-graduação e se motive para concluir a tese com excelência.

 

Conclusão

E aí? O que achou do artigo?

Nesse artigo você conheceu as principais dicas e requisitos que você precisa ter antes de concorrer a sua bolsa de estudos de Doutorado.

E como você pode perceber durante a leitura do artigo, o mestrado e o doutorado são muito importantes para sua carreira e desenvolvimento profissional, tanto quanto são importantes para toda a sociedade.

O Brasil é um país muito grande e com várias oportunidades para quem deseja estudar em boas universidades.

Porém, aqui é importante frisar que quando se trata de cursar um Mestrado ou Doutorado, conseguir uma bolsa de estudo no exterior pode ser uma opção válida e bem interessante.

Afinal, as universidades gringas possuem vários atrativos como: experiência, repertório cultural, diversidade e Networking.

Ou seja, o curso pode contribuir muito para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

No entanto, para que você possa ser aprovado nessas Universidades você precisa além das dicas que foram passadas durante o artigo, se preparar bem para os testes solicitados.

 

Related posts